Faça uma visita:

Av. Severino Ballesteros Rodrigues, 1589, Ressaca, Contagem
Minas Gerais – Brasil

Contato:

(31) 3342-3000 | 3223-2000

BH: (31) 9.8705-9196
Outras regiões: (31) 9.8705-9257

O Que Fazer Com Os Resíduos Da Sua Obra?

Resíduos da Construção Civil
20

Dec 2018

Por:Simone Las Casas
Obras e Projetos | Sustentabilidade

Uma das grandes questões da engenharia, nos dias de hoje, é o que fazer com os diversos resíduos da construção civil. A maior parte das construções, que usam métodos convencionais, geram uma grande quantidade de resíduos, os quais, em muitos casos, tem um destino inadequado.

Como a Ecogranito sabe que às vezes é difícil saber o que fazer com os resíduos da obra, confira este post, para descobrir dicas muito valiosas!

A geração de resíduos na construção civil

De acordo com uma pesquisa da Abrecon (Associação Brasileira para a Reciclagem de Resíduos de Construção Civil e Demolição), os resíduos originados em construções e demolições representam 40% a 70% de todos os rejeitos sólidos nas cidades brasileiras de médio e grande porte, sendo que menos da metade é reciclado ou reutilizado.

Estima-se que a construção civil seja responsável por cerca de 50% do uso dos recursos naturais consumidos pela sociedade. A produção dos resíduos de obras em grandes cidades é duas vezes maior que a produção do lixo urbano.

Portanto, considerando-se o potencial de impacto ambiental da indústria da construção civil, é necessário que se busque alternativas para diminuir os possíveis danos, e isso acontece quando os responsáveis no setor cumprem com sua responsabilidade ambiental.

Ao contrário do que muitos pensam, reduzir a geração de resíduos na construção é uma alternativa bastante possível e que, além de reduzir os impactos ambientais da obra, também geram expressiva economia financeira!

A política dos 3Rs na construção civil

Neste sentido, em 1992, durante a Conferência da Terra, realizada no Rio de Janeiro, foi sugerida a “Política dos 3R’s”, que consiste em Reduzir, Reutilizar e Reciclar os resíduos produzidos, nesta ordem.

Primeiramente: busque alternativas para REDUZIR a geração

Em geral, quando se pensa em dar o melhor destino para os resíduos da construção civil (RCCs), não se pensa no ponto mais importante: buscar não gerá-los!

O segredo para não gerar resíduos desnecessários está em uma etapa que acontece antes do início da obra propriamente dita: a fase do planejamento!

No planejamento das obras, busque escolher, sempre que possível, métodos construtivos que gerem menor taxa de desperdício e procure materiais de boa qualidade. Ter mão de obra mais especializada e experiente também pode fazer uma boa diferença!

Além disso, não se esqueça das etapas do processo construtivo: em geral, se muitas atividades são feitas concomitantemente, com pressa, há uma boa chance de acontecerem retrabalhos, os quais geram muitos resíduos desnecessariamente e, ainda, podem fazer com que resíduos distintos se misturem, inviabilizando qualquer tipo de reuso posterior.

Se não for possível reduzir, procure REUTILIZAR, dentro ou fora da obra, os resíduos gerados

Você provavelmente já viu, nas obras, algum tipo de reutilização de resíduos. Que tal tornar isso uma atividade constante?

Se não foi possível evitar a geração de determinado resíduo na obra, pense em como você pode dar um outro uso para ele, assim, você não precisará gastar com o transporte e/ou outro tipo de destinação.

Alguns exemplos possíveis, ainda dentro do próprio canteiro de obras, é a reutilização de latas de tinta vazias como recipientes para separação de resíduos dentro de cada cômodo e de sacos de cimento como preenchimento de blocos.

Um exemplo de reutilização que pode acontecer fora da obra e o envio de terra, proveniente de terraplenagem, para alguma outra obra que precise dela para ajuste do terreno.

Se não for possível nem reduzir, nem reutilizar, destine-os para quem consiga RECICLAR

Esgotadas as duas outras possibilidades, parte-se para o processo de reciclagem, o qual caracteriza-se por transformação física, química e/ou biológica do resíduo. Talvez você esteja se perguntando: ‘’por que essa é a última opção?’’

Simples!

A redução e reutilização não demandam gastos extras de recursos naturais como água e energia, diferentemente da reciclagem, a qual acontece, via de regra, em indústrias especializadas.

Alguns exemplos de processos de reciclagem de RCCs e o envio dos resíduos de gesso para indústria cimenteira; a transformação de resíduos de concreto, argamassa, cerâmicas, entre outros, em agregados reciclados; etc.

A conscientização e envolvimento de todos os profissionais não apenas no gerenciamento de resíduos da construção civil, mas também o compromisso em garantir a sustentabilidade nas obras são as chaves para que seja possível ter uma obra mais eficiente e econômica!

Tem alguma dúvida? Envie-nos seus comentários!

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligue Agora

+ 55 31 3342 3000 / +55 31 3223 2000

CLIQUE PARA MANDAR UMA MENSAGEM!

Quer saber mais?

Deixe seu contato que ligamos para você! Ou se preferir, mande um email.

Av. Severino Ballesteros Rodrigues, 1589, Ressaca, Contagem
Minas Gerais – Brasil

(31) 3342-3000 | 3223-2000

BH: (31) 9.8705-9196
Outras regiões: (31) 9.8705-9257

[email protected]

×
Fale conosco! Clique no ícone abaixo para iniciar seu atendimento.