softwares para construção civil

6 softwares para construção civil que vão mudar sua rotina

Em todas as esferas de nossas vidas é comum vermos o quanto a tecnologia avança todos os dias, não é mesmo? E para você, profissional da Construção Civil, a história é a mesma. Você deve se lembrar de programas ou técnicas que usava para desenvolver projetos na época da faculdade e, hoje em dia, são obsoletos. Agora, tornou-se comum utilizar softwares para construção civil.

Assim como deve ter notado que a quantidade de papéis utilizada inicialmente para os registros de acompanhamento das obras diminuiu significativamente. Atividades como essas vão deixando de ser usuais e dão espaço para a utilização de softwares voltados para a Construção Civil que não só auxiliam no aumento da produtividade, como também contribuem para maior assertividade nas ações.

Pensando nisso, nós separamos 6 softwares para a construção civil que vão tornar a sua rotina de trabalho melhor e mais produtiva. Boa leitura!

Conceito de software

Todos nós lidamos com softwares diariamente, e com certeza você já conhece muitos por meio do seu trabalho. Afinal, é impossível que construtoras ou reformadoras atuem distante da tecnologia no cenário atual e, principalmente, com a pandemia.

Mesmo assim, nem sempre é fácil entender qual o conceito de software e como ele é aplicado na construção civil. Por esse motivo, é importante relembrar que softwares são programas rodados por meio de smartphones, notebooks ou quaisquer dispositivos que o permita executar suas ações.

Ou seja, por meio da programação, cria-se um sistema que segue e executa funções a fim de chegar a um ou mais objetivos. O mecanismo que permite você ler este artigo agora é, sem dúvidas, um software.

Eles podem ser classificados em três categorias:

  1. Programação: usados para desenvolver outros programas;
  2. Sistema: fazem a comunicação entre o programa e o usuário, como por exemplo, os sistemas operacionais de celulares;
  3. Aplicação: é a categoria na qual se encontra a maioria dos softwares para construção civil, pois diz respeito aos programas que executam as mais diversas funções, portanto, possuem aplicabilidade em nossa rotina.

Mas, atenção! Antes de contratar qualquer software, verifique se o programa é compatível com as características operacionais do seu computador. Assim, você não corre riscos de contratar a solução errada.

6 softwares para construção civil

Sem prolongar mais, vamos ao que interessa, 6 softwares que você pode usar na sua rotina de trabalho para otimizar processos e aumentar a produtividade:

1. AutoCAD

É, sem dúvidas, o software para construção civil mais conhecido do segmento, usado por arquitetos e engenheiros, além de técnicos. Sua presença no mercado é tão forte que, constantemente, o programa é atualizado.

Criado em 1982, o sistema do tipo computer aided design, ou desenho auxiliado por computador em livre tradução, conta com versões atualizadas que possuem ferramentas de gestão e fluxo de trabalho, produtividade e compartilhamento de projetos, incluindo um aplicativo para acesso mobile.

Objetivos: desenvolvimento de desenhos e peças técnicas em 2D e criação de modelos em 3D;

Disponibilidade: Windows e MAC OS;

Custos: possui testagem gratuita por um período determinado e investimento de aproximadamente R$ 900/mês.

2. Sketchup

Altamente recomendado para projetos detalhados e que necessitam de alta qualidade, seu principal diferencial está na plataforma intuitiva, que auxilia ainda mais arquitetos, engenheiros e designers no momento de criação. Outros pontos positivos são a disponibilidade de inúmeros modelos 3D e o passeio interativo.

Objetivos: criação de modelos 3D;

Disponibilidade: Windows 64 bits e MAC OS X;

Custos: possui versão grátis para uso pessoal e assinaturas profissionais a partir de US$ 119/ano.

3. Revit

Indicado para arquitetura, urbanismo, engenharia e design, é um software desenvolvido com o sistema BIM (Building Information Modeling) ou Modelagem da Informação da Construção.

Por isso, suas funcionalidades incluem acompanhamento de projetos e evolução de modelos, além de mensuração de dados. E, ainda, possui ferramentas de colaboração e integração de projetos. 

Objetivos: desenvolvimento de projetos construtivos/estruturais 3D junto a análise de informações, simulação e colaboração;

Disponibilidade: Windows e MAC OS;

Custos: possui versão gratuita para avaliação e custos para licenças a partir de R$ 8.412/ano.

4. Sienge

Como sabemos, o universo da construção civil vai além da criação e desenvolvimento de projetos. Por isso, o Sienge é considerado o software da indústria e construção com foco na gestão de empresas do ramo.

Ao contrário dos outros programas, o Sienge é naturalmente brasileiro. Por meio dele, é possível centralizar informações tanto do negócio quanto do projeto, como por exemplo, orçamento, medições, e lista de materiais.

Objetivos: gestão e soluções para empresas da construção civil;

Disponibilidade: qualquer dispositivo com acesso à internet;

Custos: demonstração gratuita e preços personalizados de acordo com os serviços contratados.

5. V-Ray

É um plugin pelo qual torna-se possível transformar imagens de outros softwares para construção civil e de modelagem em arquivos mais realistas. Deste modo, é feito para ser utilizado com outros programas, por exemplo, o SketchUp.

Objetivos: renderização para projetos em 3D

Disponibilidade: destinado aos programas  3ds Max, Maya, SketchUp, Rhino, Render Note e mais;

Custos: possui versão gratuita para teste temporário e valores a partir de $60/mês.

6. Photoshop

À primeira vista, é possível que muitos especialistas estranhem a presença do Photoshop em nossa lista, afinal, o produto é mais destinado ao segmento da comunicação. No entanto, para quem se preocupa com acabamento, o software pode ser um aliado à construção civil.

O Photoshop auxilia no momento pós-produção do projeto, possibilitando que você apresente ao cliente a melhor versão do seu trabalho. Com ele é possível editar características como luz, cores, saturação e outras.

Objetivos: edição profissional de imagens bidimensionais e design gráfico;

Disponibilidade: Windows e MAC OS X;

Custos: avaliação gratuita por tempo determinado e assinaturas a partir de R$ 90/mês.

E aí, você já conhecia todos ou alguns desses softwares? Como é a aplicação deles na sua rotina de projetos? Conta pra gente aqui nos comentários.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre o segmento da Construção Civil direto no seu e-mail? Cadastre-se em nossa Newsletter clicando aqui.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.