Reformas residenciais aumentam durante a pandemia

Uma das determinações feitas pelo Governo para diminuir o avanço do coronavírus é o distanciamento social. Nesse contexto, a sociedade foi moldada e o brasileiro passou a ficar um tempo bem maior em casa ao adotar o home office. Com isso, cria-se o desejo de deixar o lar mais confortável e foi assim que as reformas residenciais aumentaram durante a pandemia.

Isso porque a residência passa a ser percebida com outros olhos, e ter um lugar confortável, arejado e bonito passa a ser uma grande necessidade do brasileiro. Mesmo que as obras sejam pequenas e simples, vale a pena falarmos sobre o tópico, a fim de entender mais uma mudança no comportamento do consumidor. 

Índices que demonstram esse crescimento 

Alguns dados foram levantados para determinar esse aumento, sendo um deles do aplicativo de orçamento GetNinjas. Segundo o app, entre abril e novembro de 2020, os consumidores brasileiros realizaram 2,8 milhões de solicitações de serviços no setor da construção. Isso mostra um aumento de 75% em relação ao mesmo período de 2019. 

O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) também mostrou crescimento, com a mensuração da atividade econômica do varejo nacional. O índice permite saber o aumento ou a diminuição de demanda de produtos e serviços no mercado interno. Por isso, um levantamento mostrou um avanço de 37,5% no período entre março e outubro de 2020, em comparação a 2019.

Esse avanço também foi mostrado na inflação no setor de construção de janeiro a novembro do ano passado. O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) marcou um crescimento de 8,06%. 

Fatores responsáveis pela alta demanda 

Como já citamos anteriormente, a busca pelo conforto e comodidade foram os grandes responsáveis, juntamente com o distanciamento social. Já que todos estão em casa fazendo home office, nada mais coerente que ter um ambiente do jeito que o consumidor deseja. 

O setor já previa a busca por reformas, mas os números excederam as expectativas previstas, mostrando que antes as pessoas só não tinham tempo ou disposição para dar o primeiro passo na reforma de suas residências.  

O setor de arquitetura

Nos escritórios de arquitetura, a percepção era de que a procura seria baixa, mas o que aconteceu foi o oposto. O setor viu mais que o dobro de projetos acontecendo graças aos clientes que querem reconfigurar o ambiente e cuidar do lar, já que percebemos a importância da nossa casa. 

Também citado anteriormente, as reformas são, geralmente, simples: nova pintura nas paredes, mudança de iluminação, mobília nova, paisagismo e até a reforma de móveis. Ou seja, a população está ajustando o que é possível, sem muito quebra quebra. 

Como a demanda das reformas residenciais estão sendo atendidas

A grande aposta é a internet. As ferramentas online têm atendido às altas demandas do setor, com reuniões e compras de materiais online, com a parceria de lojistas e fornecedores para a troca de informações sobre produtos e serviços.  

Além disso,a  captação de novos clientes também ocorre no meio digital. Muitos profissionais afirmam que várias solicitações ocorrem nas mídias sociais, por meio dos stories no Instagram e comentários em posts e em vídeos no Youtube.

Considerações finais

Com a alta demanda para as reformas residenciais, é possível entender que as pessoas estão repensando o morar. A preocupação em ter um ambiente confortável e aconchegante é a maior prioridade da classe média brasileira. 

Com a pandemia, assumimos, de vez, o conceito de refúgio e para isso é preciso investir em bons profissionais, materiais e produtos para realizar as adaptações planejadas. Por fim, a expectativa é de que o mercado continue a todo vapor, mesmo quando o distanciamento social não for mais uma medida adotada por todo o país. 

Esse conteúdo foi útil para você? Já que estamos falando sobre reformas, que tal entender com um infográfico gratuito sobre obras em condomínios: principais problemas para resolver? Baixe agora.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!