ecologico e sustentavel

Ecológico X Sustentável: entenda a diferença

A escassez de recursos naturais, a quantidade excessiva de lixo e o aquecimento global são pautas que têm ganhado ainda mais destaque em tempos nos quais o isolamento social se tornou prova de que o meio ambiente precisava de um descanso. 

Neste cenário, frequentemente ouvimos falar e falamos em práticas ou produtos que sejam sustentáveis e/ou ecológicos. Mas afinal, será que usamos esses termos da forma correta? E quais são as diferenças entre eles?

É justamente na falta de conhecimento sobre esses conceitos que acabamos sendo vítimas de “greenwashing“, que na tradução quer dizer apropriação de virtudes ambientalistas para promover marketing ou relações públicas. 

O que acontece em muitos casos é a falsa idealização de um produto que se apresenta ecologicamente responsável, mas que na verdade não é. 

Por isso, preparamos este artigo para você ter conhecimento de quando um produto está realmente de acordo com os ideais apresentados. Confira: 

Ecologia 

Ecologia é a ciência que estuda as interações entre organismos e o ambiente em que estão inseridos, envolvendo também sistemas complexos que influenciam a vida na Terra. 

Também pode ser chamada de biologia ambiental, porém, com foco na relação dos humanos com o meio ambiente.

Quando falamos de ecologia, estamos nos referindo a tudo que mantém a biodiversidade. Ou seja, produtos ou serviços que estão atentos a não geração de grandes alterações no equilíbrio do ecossistema.

Um exemplo de produto fabricado com este princípio é a tinta produzida pelos indígenas, por ser feita utilizando recursos naturais que não desequilibram a fauna e flora da região. 

Mas, uma produção ecológica não é necessariamente sustentável. Afinal, uma fábrica pode produzir produtos ecológicos a partir da extração criteriosa e cuidadosa de recursos naturais, mas ainda sim manter um alto gasto de energia e combustível, por exemplo.

Sustentabilidade 

Nunca se falou tanto em sustentabilidade como agora. Um assunto que se fez ainda mais necessário com a pandemia causada pelo novo coronavírus.

Diferente da ecologia, esse conceito engloba todas as estratégias de desenvolvimento de um produto, com foco em não ultrapassar a capacidade do meio ambiente. 

Para uma produção ser considerada realmente sustentável, é preciso avaliar as taxas de utilização para os recursos renováveis, bem como as taxas de esgotamento dos recursos que não são renováveis.

A durabilidade é outra peça principal na estratégia sustentável. Ao aumentar a durabilidade e a resistência de cada produto, há uma redução considerável do consumo

A qualidade de um produto é essencial nesse processo, pois, quanto mais tempo dura um produto, menor é a necessidade de troca, o que implicaria em ainda mais exploração de recursos naturais.

Para promover uma sociedade mais sustentável, é necessário que, cada vez mais, as pessoas estejam cientes dos benefícios e de como tais medidas podem contribuir para a vida em nosso planeta.

Consumo ecológico e sustentável 

Pesquisadores revelam que a tendência ecológica no Brasil é cada vez maior, pois a população brasileira nunca esteve tão consciente dos impactos que suas ações promovem no meio ambiente.

Essa mudança dos consumidores faz com que as marcas pensem cada vez mais na reestruturação de suas linhas de produção e tomem atitudes diferentes, como a criação de processos sustentáveis e criativos, para que, além de serem inovadores, gerem um impacto muito menor para o meio ambiente

O reposicionamento de marca, com discursos verdadeiros por meio de atitudes compatíveis, comprovam que essa mudança foi realmente efetivada para além de um mero marketing. 

Por isso é tão importante apostar em processos transparentes e valorizar o esforço das marcas que se engajam de verdade, em qualquer segmento. Essa é, inclusive, uma das formas mais eficazes de não ser mais uma vítima de greenwashing.

Marcas como: Campo Largo, Pantys, Timirim Brasil e claro, Ecogranito, são de diferentes setores e levam uma coisa em comum: menor índice do uso de recursos naturais na produção, discurso compatível e condições humanas e decentes de trabalho a todos os colaboradores. 

Consumo consciente é uma tendência mundial de mercado, mas muito mais do que marketing ou modismo, é a percepção da urgência de se consumir e produzir melhor e com qualidade. 

Ecologia e Sustentabilidade

Ecologia e sustentabilidade, apesar de possuírem conceitos diferentes, também andam juntas, e por isso são um dos assuntos mais importantes da atualidade. 

Pensar sustentável é explorar técnicas e materiais que podem ser usados para preservar os recursos naturais. Se o principal objetivo da sustentabilidade é a durabilidade sem riscos para as atuais e próximas gerações, é aí que entra a ecologia, pois a partir dela é possível promover práticas cada vez mais sustentáveis

O cenário não é diferente no setor da arquitetura e construção civil. Atualmente, planejamentos que integram construções para com o meio ambiente são justamente para que o impacto seja cada vez menor. 

E na tentativa de diminuir desses danos ambientais, promover o desenvolvimento social e cultural também é uma forma de ser ecologicamente sustentável

Se engajar em causas sustentáveis é construir hábitos de vida diferentes, seja no uso de sacolas reaproveitáveis ou na redução do consumo de embalagens plásticas. 

Estar atento à essas mudanças é essencial na transformação cultural da nossa sociedade e para promover melhor qualidade de vida às próximas gerações. 

Pensando nisso, preparamos um material exclusivo para você fazer a sua parte e começar a construir de forma sustentável, clique aqui para conferir. 

Como é o consumo consciente para você? Está mais próximo da ecologia ou da sustentabilidade? Conta pra gente nos comentários! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.