comportamento do consumidor

Tendências de comportamento do consumidor pós pandemia

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, estamos sendo obrigados a mudar. Até mesmo quem não gosta tanto assim de mudanças. Alguns especialistas sugerem que modos de vida que levariam anos para acontecer estão sendo forçados a acontecer devido à Covid-19. E, claro, o comportamento do consumidor também é afetado.

Diante de tantas possibilidade e incertezas, muitas pesquisas e estudiosos se debruçam sobre o futuro pós pandemia. O que pode acontecer? Quais experiências e atitudes levaremos conosco, e quais abandonaremos?

Neste artigo, coletamos informações que servem de indicativo e preparação. Especialmente para os setores imobiliário, de construção civil e arquitetura. Afinal, com esses processos, estamos ressignificando a importância da casa e dos demais locais.

Confira o que vem aí!

Previsões para o comportamento do consumidor

Já em maio de 2020, estudos começaram a apontar mudanças que podem ser incluídas no novo normal, termo usado por muitos para designar a vida após a pandemia. A consultoria McKinsey, por exemplo, lançou naquele mês um estudo denominado “O novo consumidor pós Covid-19” em que descreve possíveis alterações nos nosso hábitos.

E não para por aí: mais especialistas em todos os segmentos buscam entender o que irá acontecer com a sociedade. Por isso, veja abaixo quais são as principais tendências de consumo pós pandemia:

  • mais compras e negociações digitais, sendo que os consumidores já passaram a exigir uma comunicação melhorada com as marcas;
  • aceleração de estratégias de marketing digital, pois a internet fará ainda mais parte da nossa vida em todas as esferas;
  • o comportamento do consumidor será mais reflexivo, já que percebeu-se a importância dos itens essenciais, enquanto outros bens precisaram ficar em segundo plano;
  • maior fidelização com marcas, já que a experiência de compra será ressignificada;
  • busca por segurança e higiene nos momentos de consumir produtos ou serviços em espaços físicos;
  • foco ampliado em saúde física e qualidade de vida;
  • preferência por atividades em casa, seja de trabalho ou lazer;
  • a sustentabilidade será um critério de tomada de decisão, devido ao aumento da preocupação com o planeta;
  • novas formas de ver e perceber os locais.

Locais e espaços do futuro

Depois de tantos meses em casa, ou com saídas mais restritas, não é surpresa alguma que a relação com os espaços externos mudará. Neste sentido, o comportamento do consumidor estará voltado à segurança.

Essa é uma tendência que precisa estar no radar de construtoras, reformadoras, engenheiros e arquitetos. Afinal, mesmo com uma vacina, o sentimento de insegurança e incerteza pode permanecer por um longo tempo no indivíduos.

Deste modo, os projetos deverão ser desenvolvidos para atender às expectativas do público no pós pandemia. Será preciso reformular construções, com foco na ventilação e iluminação natural; criar espaços de higienização; manter suportes mais acessíveis para usar o álcool gel e guardar máscara, entre outras soluções.

Comportamento do consumidor sobre morar pós pandemia

Morar é, sem dúvidas, uma das maiores mudanças trazidas pela pandemia do novo coronavírus. De repente, tanto a casa, como os ambientes digitais, tornaram-se o foco da vida. E, por isso, é na atenção ao lar que estão concentradas as principais tendências do novo normal.

Vale lembrar que, mesmo com a reabertura de cidades, muitos locais continuam fechados para evitar o aumento de contágio, casos e mortes. Portanto, a realidade ainda é home office, educação a distância, atividades físicas por videochamadas e até happy hour online.

A expectativa é que muitos destes comportamentos continuem. E qual o motivo? Bom, conforme mencionado anteriormente, a necessidade de segurança ainda será grande, e durante a pandemia percebemos que a segurança está em casa.

Diante destes fatores, as apostas são que morar bem e ter qualidade de vida andarão de mãos dados. E, para alcançar essa realização, muitas pessoas desejarão (e já desejam):

  • Casa-escritório: desenvolvimento de espaços próprios para a rotina de trabalho, desde o design ao mobiliário;
  • Espaços de higienização: internamente, bem como externamente, engenheiros e arquitetos serão obrigados a pensar em locais para higienizar compras, roupas, e visitantes;
  • Iluminação e ventilação: quanto mais tempo em casa, maior a necessidade de conforto, e sabemos que a luz e ventilação impactam neste bem-estar;
  • Espaço e layout: se estávamos vivendo uma onda de locais compartilhados e espaços menores, é provável que ela acabe no pós pandemia, como uma consequência da necessidade de distanciamento e uso variado do lar;
  • Acabamentos: seja no revestimento de paredes, fachadas, e até de móveis, os acabamentos terão mais atenção das pessoas em busca da funcionalidade de limpeza e agradabilidade estética;
  • Espaços de lazer: sala para jogos, academia, jardins, biblioteca e outros estarão entre os desejos de muitas pessoas ao buscarem um lar ou reformar o antigo, assim será possível diminuir as saídas de casa;
  • Interiorização: no pós pandemia, o comportamento do consumidor pode ditar uma queda na construção civil em grandes cidades mas, em contrapartida, mais clientes buscarão casas e apartamentos no interior para manter um estilo de vida mais tranquilo e saudável.

Oportunidades para construção civil e arquitetura

Nenhuma mudança das tendências de comportamento do consumidor pós pandemia vai ser concretizada sem a ajuda da construção civil e arquitetura. Afinal, a maioria delas transita entre as mudanças no espaço físico e os hábitos em ambientes digitais.

Deste modo, tais setores precisam estar atentos, e sempre há um passo a frente, para atender às novas demandas que surgem desde o momento presente. Algumas dicas de oportunidades para manter o foco são:

E então, sua empresa está se preparando? Compartilhe conosco suas experiência sobre o comportamento do consumidor nos comentários!

Aproveite também e leia agora sobre como reduzir custos para aumentar os lucros do seu negócio.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.